terça-feira, 29 de junho de 2010

AINDA SOMOS ESSAS MULHERES DE ATENAS OU FUGIMOS AS NOSSAS RAÍZES?



NÃO OUVIR A MÚSICA É NÃO ENTENDER A HISTÓRIA


Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas

Vivem pros seus maridos
Orgulho e raça de Atenas
Quando amadas se perfumam

Se banham com leite, se arrumam
Suas melenas

Quando fustigadas não choram
Se ajoelham, pedem imploram
Mais duras penas, cadenas


Mirem-se no exemplo

Daquelas mulheres de Atenas
Sofrem pros seus maridos
Poder e força de Atenas

Quando eles embarcam soldados
Elas tecem longos bordados
Mil quarentenas

E quando eles voltam, sedentos

Querem arrancar violentos
Carícias plenas, obcenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas

Despem-se pros maridos
Bravos guerreiros de Atenas
Quando eles se entopem de vinho
Costumam buscar um carinho

De outras falenas
Mas no fim da noite, aos pedaços

Quase sempre voltam pros braços

De suas pequenas, Helenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Geram pros seus maridos
Os novos filhos de Atenas
Elas não tem gosto ou vontade
Nem defeito, nem qualidade
Têm medo apenas
Não tem sonhos, só tem presságios
O seu homem, mares, naufrágios
Lindas sirenas, morenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Temem por seus maridos
Heróis e amantes de Atenas
As jovens viúvas marcadas
E as gestantes abandonadas não fazem cenas
Vestem-se de negro, se encolhem
Se conformam e se recolhem
As suas novenas
Serenas

Mirem-se daquelas mulheres
Secam pr
Se conformam e se recolhem
mas suas novenas serenas

Mirem-se no exemplo
Daquelas mulheres de Atenas
Secam por seus maridos
Orgulho e raça de Atenas



Pois é Madames, eu estava estes dias fazendo minha caminhada diária, quando meu ipod começa a tocar essa música, e eu estava como já disse colocando meus pensamentos nas gavestas.........


Pq pra mim é um complemento, a caminhada ajuda a manter o corpitcho, pq nada vem sem esforço (lembrem se disso, tudo tem um preço, barriga tanque, gordura zero? mta malhação e zero doce, ) e a outra utilidade da caminhada é colocar os pensamentos do dia em ordem, vcs sabem que tem gente que passa por mim no parque é acha que eu sou mega louca (PQ LOUCA EU SOU MESMO RSSSSSS).......


Eu choro gente caminhando, choro mesmo, pq tem pensamentos e sentimentos que naquele momento veem e é difícil de controlar, e eu tenho medo de engolir o choro e ter um troço no coração, caminhando....... rsssssss


Ai choro mesmo, eu não tô nem ai com quem ta la........


Mas voltando eu escutando essa música voltei várias vezes, e comecei a pensar, me corrijam se eu estiver errada...........


AINDA SOMOS ESTAS MULHERES DE ATENAS?


Estamos nos 'ENTREGANDO" a nossos maridos como deveriamos?


Estamos vivendo pra eles, entregando nossas vidas, sendo graciosas nos gestos (mas isso é para os maridos que tem reciprocidade hein, vai fazer isso pro marido que xinga, bate,  te manda pro escambal, te chama de feia imprestável todos os dias, hã), estamos nos perfumando, esperando ele chegar?


Ou estamos lá igual a um espantalho com o cabelo todo desarrumado, sem nenhum batom, com aquelas camisetas de propaganda política de 1900 e bolas, prostadas no sofá e ainda por cima reclamando de tudo?


A música diz que elas lavavam os cabelos com leite, para eles, o que estamos fazendo pra agradar?

Agora vem essa parte difícil de ser fustigada e chorar, implorar? Difícil neh, mas quando estamos erradas, é necessário ou não? Seria esse o grande número de desastres conjugais que estamos vendo hoje, a pura impotência de enxergar o erro, pedir perdão, solicitar uma conversa num canto, e pedir uma nova chance, um não vou fazer mais, ou se for da parte contrária pedir que não se repita e como somos humanos, se houver a repetição, lembrar no ato............... "vc disse que não faria mais issso"...............



Aquelas Mulheres ficavam sozinhas seus homens iam pra guerra e elas viravam o esteio da família, e nós? Sim nós também, hoje a mesma coisa na falta dele seja por conta do trabalho ou por motivo de força maior ou ainda uma tragédia, estamos ali, firmes fortes, tocando a vida, com coragem, com seriedade (eu confesso sou mimada, deixo que façam por mim, mas já me separei de meu marido, e tive que aprender a fazer as coisas sozinhas portanto ei que sou capaz, até chuveiro troquei, não morri), mas gosto da parte do mimo.......

Nós não tecemos bordados, nem ficamos em mil quarentenas....... Mas abdicamos de mtas coisas na falta deles, e esperamos pacientemente que voltem, ao regaço do lar.......... Nem sempre eles voltam intocádos (as esposas que tem seus maridos viajantes) mas eu costumo pensar que o que não vejo não existe como a máxima .................. "O QUE NÃO ESTÁ NOS AUTOS, NÃO EXISTE NO MUNDO"............... portanto Madames brigas sem provas cabáis, não é frutífero a um casamento..............




Agora essa parte que quando voltam sedentos, te pegam com aquela pegada, aproveitem, entreguem o seu corpo que é o templo dessa comunhão sagrada que é o casamento........ não aceitem a outra parte que eles tenham que procurar outras "borboletas" façam vocês mesmas, tudo o que elas fariam........ 4 paredes é o limite.......... não há lugar para vergonha, pudores sem porques, e frecuras......... o AMOR não doi, não machuca, e só é prazeroso................ lembrem se sexo não é tudo, mas é uma grande parte, porqur após um dia estressante de trabalho ouvir apenas reclamações, não há cristão que aguente, e as "falenas" de fora, só tem bom papo, e agradáveis, portanto, mudem a postura, é importante.......


Sejam as Helenas, fortes, comandem seus Reinos mesmo sozinhas, façam com que sejam grandes e fortes, reergam as muralhas, não deixem que o "quase sempre" possa acontecer........... se antecedam..............

Mas se ainda assim tudo der errado porqu é tremendamente possível, realmente não façam cena, não somos vitímas deles, mas de nós mesmas, levanes suas cabeças, trabalhem, recontruam, tanto a vida, a cabeça e o que mais vocês tenham perdido, porque se você perdeu com certeza em algum lugar há de encontrar algo que lhe valha muito mais...........









Porque toda essa história pra chegar a uma história de um divórcio onde as partes nos procurou e vou trocar os nomes para manter a ética, e apesar do tempo ir passando você nunca se acostuma....... e o que mais me impressiona, é a força dessas "MULHERES DE ATENAS"............

Adriana, é uma jovem que está casada a 5 anos com João, e neste meio tempo conseguiram com muito esforço mútuo e trabalho comprar financiado um pequeno apartamento aqui na cidade onde moramos.


Desse casamento nasceu Maria, que tem hoje a idade de 2 anos..........


Não vou entrar em todos os detalhes, de repente o casamento começa a sofrer, porque cargas d´agua não houve uma tentativa de diálogo ou conciliação?






Bom em suma, não houve, chegou ao ponto dele começar a passar as noites fora de casa, lógicamente com a amante, digo isso com propriedade pois temos provas nos autos do processo da traição, ele não tev o cuidado de esconder daquela que ate aquele momento foi a companheira e mãe de sua filha.

Ele jogou tudo pra cima, deixando que ela atendesse telefonemas da "amante", e por ai vai a baixaria de praxe.......


Ai chega Adriana até o escritório, solicitando a separação, como é de rotin, fizemos o convite a ele, para que conparecesse na semana seguinte junto com ela, para uma tentavida de conciliação, ele não apareceu, automaticamente o que poderia ser uma "separação consesual, virou litigiosa...........


Montamos o processo, e essa moça, com toda sua dificuldade, com baixo salário, com prestações do único bem que eles angariaram neste tempo, não se fez de rogada diante da traição, na primeira vez que ela teve a sua suspeita confirmada e foi agredida por ele por conta disso, ela não teve dúvidad, game over para este casamento...........


E eu tenho a mais absoluta certeza que ela é uma lutadora, apesar das dificuldades, uma filha para criar, ela vai a luta, vai deixar ele de lado, o que eu apoio inteiramente, pois vi o tipo de homem que ele é na audi^ncia de conciliação.......


Que obiviamente não houve, core agora o prazo da contestação, e segue pra a audiência de instrução.......


Mas Adriana, sabe que esta em boas mãos, esamos cuidando direitinho dela, o empregador já foi oficiado, os alimentos da menor já estão sendo retidos, e tudo transcorre normalmente........


È isso que gostaria de mostrar.............


Que devemos lutar até a última gota, mas se "A ÚLTIMA GOTA É UM VENENO" que irá te matar, não a tome............... tome sim uma atitude, 


Queridas vocês tem um valor tremendo que ninguêm pode apagar, adoecemos, mas podemos nos recuperar, o AMOR TUDO SARA..........








E  FALANDO EM RECONTRUÇÃO FECHO ESTE POST COM ESSA MÚSICA QUE FALA EXATAMENTE DISSO, RECONTRUÇÃO, QUE É O MAIOR CLAMOR DA MINHA ALMA


Share/Save/Bookmark

4 comentários:

Marília e Gigi disse...

Nossa esse texto é lindo! Me fez pensar e muito, acho que estou meio que errada!

Hellyanna disse...

Marília,

Flor.....

não sei exatamente o que vc quiz dizer com seu comentário, nem onde está errando, mas se precisar de ajuda ou orientação de qqer espécie,

estou aqui de braços abertos......

força Querida....... tudo tem seu remédio......

Bjcas

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Hellyanna,

Deu até vontade de sair com o ipod no calçadão, correr e pensar na vida.

Linda essa música, menina linda.

Beijo bem grandão.

Rebeca

-

Rosane Oliveira disse...

Olá Lya,

adorei seu post e eu também adoro caminhar..rsrs

Eu tenho um ponto de vista um pouco diferente, pois acho que tenho sim, sempre esse cuidado para o parceiro, acho que o que falta é mostrar aos homens que eles podem ser as flores do nosso jardim e não sempre o contrário, sabe?

A cobrança pela estética feminina é muito intensa e nós também merecemos um carinho especial, é claro sem valorizar e cuidar do interior!

Beijos!

Postar um comentário

Comenta aqui Flor!!!!!

Related Posts with Thumbnails
 
Blog personalizado por Mr.Jones